Skip to content

Nos pênaltis, Louco é Pouco leva a melhor no clássico de Itaquera e está na final da Copa Montana

12/02/2011

Texto: Paulo Manso
Fotos: Rafael dos Anjos

Festa: Louco é Pouco vence nos pênaltis e está na final da Copa Montana

Gols do tempo normal saíram no primeiro tempo; Alan perdeu o pênalti que deu a vaga ao Louco é Pouco

Após um emocionante empate em 3 a 3 no tempo normal (e um 0 a 0 na prorrogação) o Louco é Pouco bateu o Tróia Futsal por 6 a 5 na decisão por pênaltis e garantiu vaga na decisão da Copa Montana 2011. O jogo foi cercado de expectativa. Afinal, as equipes são do mesmo bairro e quase todos os atletas se conhecem há tempos. Durante toda a semana que antecedeu a semifinal deste sábado, 12, no João do Pulo, o clássico foi o “assunto da hora” em Itaquera.

O Tróia começou o jogo devagar. O Louco é Pouco aproveitou a chance e abriu 2 a 0 no placar. Nando, aos 5 minutos, e Nêgo, aos 6, colocaram o time do goleiro Serra na frente da decisão. Foi o suficiente para o “rival-vizinho” acordar. Numa “blitz”, em apenas dois minutos o Tróia virou o jogo. Lucas fez o primeiro aos 8 minutos, Riquinho empatou aos 9, e Bruno Show marcou o terceiro aos 10.

O jogo pegou fogo. Nando deixou tudo igual novamente, um minuto depois da virada do Tróia.

Bem marcado, Serra não conseguiu fazer gol na semifinal

A chuva de gols do primeiro tempo, porém, deixou os times mais cautelosos na segunda etapa. Tróia e Louco é Pouco buscavam o gol da vitória, mas se respeitavam mais. O medo de um erro fatal era maior. O empate levou o jogo para a prorrogação. Mas o gol não saiu nem nos 10 minutos adicionais.

No último minuto Serra salvou o que seria o gol da classificação do Tróia. Bruno Show carregou a bola sozinho e tocou para Edinho, na cara do gol. O chute saiu colocado, mas o goleiro defendeu e levou a decisão para os pênaltis.

As cobranças foram sendo convertidas uma a uma. Até que Serra, de novo, decidiu ao defender o chute de Alan, do Tróia. A bola explodiu no peito do goleiro e a metade da comunidade que torce para o Louco é Pouco, em Itaquera, também explodiu de alegria.

Neste domingo, 9h30, o time encara o Cascadura, que despachou o Castelo na outra semifinal, na decisão do título.

Ficha Técnica

Tróia Futsal 3 (5) X (6) 3 Louco é Pouco

Sábado, dia 12 de fevereiro, 9h
Ginásio João do Pulo
Cartões amarelos: Diogo, 9min 1t, e Serra, 1min 2t (Louco é Pouco); Edinho, 19min 1t (Tróia)
Gols: Nando, 5min 1t (0-1); Nêgo, 6min 1t (0-2); Lucas, 8min 1t (1-2); Riquinho, 9min 1t (2-2); Bruno Show, 10min 1t (3-2); Nando, 11min 1t (3-3)
Decisão por pênaltis: Tróia (Maradona, Lucas, Riquinho, Ronie e Edinho); Louco é Pouco (Nando, Nêgo, Serra, Mijão, Mister e Diogo)

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: