Skip to content

LOUCOS E CAMPEÕES!

13/02/2011


Texto: Paulo Manso
Fotos: Rafael dos Anjos

Com outra atuação irrepreensível do goleiro Serra e dois gols de Nêgo – o artilheiro do time no campeonato – time de Itaquera fatura o título

O Louco é Pouco, time de Itaquera, venceu o Cascadura por 4 a 1, na manhã deste domingo, 13, no Ginásio João do Pulo, em Guarulhos, e faturou o título da Copa Montana de Futsal 2011. A taça foi conquistada graças a nova atuação de gala do goleiro Serra e de dois gols do artilheiro da equipe na competição (Nêgo terminou com 9 gols). Tudo para coroar um time que se conhece dentro de quadra e que joga com extrema inteligência.

Com o título, o Louco é Pouco se junta a Atlético do Cangaíba – campeão em 2010 – na luta pela posse definitiva do troféu Copa Montana.

O placar final, no entanto, não diz o que foi o jogo. O Cascadura vendeu – e caro – a derrota. Principalmente no segundo tempo, quando o Louco é Pouco já vencia por 2 a 0, o time do Aricanduva martelou o quanto pôde o gol de Serra, que sempre levou a melhor.

A cada gol perdido do Cascadura, um contragolpe perigoso do Louco é Pouco, que passou a explorar os buracos no adversário, que se abria atrás do resultado negativo.

O jogo – Quem teve a primeira chance de gol foi o Cascadura. Aos 3 minutos Thiago chutou da direita, no alto, e a bola passou raspando a trave, no ângulo direito de Serra.

Um minuto depois, porém, gol do Louco é Pouco. Com paciência, Serra trabalhava a bola com o ala. Nêgo encontrou uma brecha na defesa do Cascadura e tocou cruzado. A bola chegou em Mister, na esquerda. De dentro da área ele abriu o placar: 1 a 0.

Entre os 8 e 9 minutos, duas chances de empate desperdiçadas pelo Cascadura. Primeiro Nem carregou sozinho e buscou Thiago na esquerda. O passe saiu errado, nas costas do artilheiro. Na seqüência PC roubou a bola na quadra de defesa e lançou Thiago. Este passou para Nem, que não dominou.

Aos 13 Serra defende para o Louco é Pouco e lança Nêgo na direita. Este corta para o meio e bate forte, para boa defesa do goleiro Mauro.

Dois minutos depois o artilheiro Thiago, do Cascadura, quase empata. Em um chute despretensioso, após cobrança de escanteio, a bola vem fraca, no canto, mas Serra defende em dois tempos. O jogo seguia muito equilibrado e ambas as equipes criavam boas chances para marcar.

Aos 18 Mijão, do Louco é Pouco, aproveita toque errado do goleiro Mauro e quase amplia de cobertura. Aos 19 PC e Thiago, do Cascadura, fazem boa jogada pelo meio. A bola fica quicando dentro da área, mas ninguém finaliza e o primeiro tempo termina 1 a 0 para o Louco é Pouco.

Na segunda etapa, Serra quase faz com apenas 10 segundos de bola rolando. O goleiro carregou a bola até a quadra de ataque e chutou forte, buscando o canto de Roberto, mas a bola passa perto.

Aos 2 minutos Thiago perde na frente de Serra. Um minuto depois ele faz grande jogada pela esquerda e tenta o chute no alto. PC, sozinho, aguardava o passe no lado direito. Aos 5 minutos foi a vez de Helder desperdiçar mais uma chance para o Cascadura. Ele recebeu sozinho no meio, carregou e, de frente para Serra, chutou de bico, no canto, mas a bola foi para fora.

Gol – Quem pressionava era o Cascadura, mas quem ampliou a diferença foi o Louco é Pouco. Serra deu passe milimétrico para Nêgo, no pé da trave direita do goleiro Roberto. E ele só completou, aos 8: 2 a 0.

A partir daí o Cascadura se abriu de vez, tentando diminuir. O Louco é Pouco perdia vários gols em contra-ataques ou em chutes de longe, por cobertura.

Aos 11 o goleiro Roberto deu um lindo passe para Thiago, que dominou já tirando da marcação. Frente a frente com Serra, deu o goleiro de novo.

Aos 13, em mais um contragolpe do Louco é Pouco, Nando carregou pelo meio. Nêgo e Mijão abriram nas alas. Mas Nando, com muita calma, esperou a hora certa para tocar forte no canto de Roberto: 3 a 0.

Aos 17 Nêgo fez o quarto do Louco é Pouco e, no último minuto, o artilheiro Thiago (16 gols na competição) foi premiado pela insistência e fez o gol de honra do Cascadura.

Social – A Copa Montana é um campeonato beneficente. Os donativos entregues pelas equipes participantes somaram 1,5 tonelada de produtos, entre alimentos, roupas e artigos de higiene pessoal. As doações serão, agora, repartidas entre o Fundo Social de Solidariedade de Guarulhos e o Grupo Espírita Esperança, entidades que prestam serviço social a moradores de rua.

Apoiaram a Copa Montana 2011: Secretaria de Esportes de Guarulhos, Liga Paulista de Futsal, Sevgalli, JR Festivais.

Ficha Técnica

Cascadura Futsal 1 X 4 Louco é Pouco

Domingo, dia 13 de fevereiro, 9h30
Ginásio João do Pulo
Gols: Mister, 4min 1t (0-1); Nêgo, 8min 2t (0-2); Nando, 13min 2t (0-3); Nêgo, 17min 2t (0-4); e Thiago, 19min 2t (1-4)

Anúncios
No comments yet

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: